O que fazemos | Filtro de veia cava

Modelo de filtro tipo recuperável.
Modelo de filtro tipo recuperável.

A veia cava inferior é a maior veia do abdome e drena o sangue dos membros inferiores e da pelve diretamente para o coração. Quando existe trombose dos membros inferiores ou das veias profundas da pelve – trombose venosa profunda (TVP), existe o risco desses trombos se soltarem e migrarem para o coração e, posteriormente, para os pulmões. O nome dessa complicação é tromboembolia pulmonar (TEP).

O TEP apresenta graus variados de manifestações, podendo passar despercebido ou ser extremamente grave, às vezes fatal. Mesmo os pacientes que não apresentam sintomas na fase aguda podem apresentar complicações tardias graves como hipertensão dos vasos pulmonares e insuficiência cardíaca.

O primeiro tratamento para a trombose venosa profunda (TVP) é com anticoagulantes. Quando o paciente apresenta contra-indicações ao uso desses medicamentos (por ex.: sangramentos ativos graves) é indicada a colocação do filtro de veia cava.

O filtro de veia cava é um dispositivo metálico implantado na veia cava inferior para impedir que os trombos dos membros inferiores ou da pelve migrem para a circulação pulmonar.

As principais indicações de colocação de filtro de veia cava inferior são:

Cavografia pré e pós implante do filtro de veia cava, tipo Gunther Celect.
Cavografia pré e pós implante do filtro de veia cava, tipo Gunther Celect.

Alguns tipos de filtros podem ser retirados caso o paciente apresente resolução total do quadro clínico que levou à colocação deste dispositivo.

Os filtros são colocados habitualmente através de acesso venoso femoral (região inguinal) ou jugular (pescoço). A anestesia local pode ser suficiente para o implante, porém temos preferência pela realização do procedimento sob sedação pelo médico anestesista.

Tanto o ato do implante como o próprio filtro de veia cava podem representar riscos ao paciente e, por isso, devem ser realizados por profissional com treinamento específico.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

  1. Decousus H et al. A clinical trial of vena caval filters in prevention of pulmonary embolism in patients with proximal deep-vein thrombosis. N Engl J Med 1998; 338:409-15.
  2. Greenfiel LJ et al. A new intracaval filter permiting continued flow and resolution of emboli. Surgery 1973; 73:599-606.
  3. Athanasoulis CA et al. Inferior vena cava filters: review of 26-year single-center clinical experience. Radiology 2000; 216:54-66.
  4. Monreal et al. Deep venous thrombosis and the risk of pulmonary embolism. A systematic study. Chest 1992; 102(3):677-81.

Marque sua consulta

Escreva seu nome, email e telefone que entraremos em contato para agendarmos a sua consulta.

Nome
E-mail
Telefone